CONCURSO PLAY FOR ALL .
TIRED DRAGONS

 

Mae Sot . Tak . Tailândia

Concurso Internacional de Idéias para um playground na Tailândia . Architecture for Humanity

2010

 

arq. Bianca Habib

est. Felipe dos Santos

 

colaborador:

arq. Eduardo Silva

Conflitos de longa data, movidos por desacordos entre nações e crenças, assolam a história da humanidade há séculos, conflitos que se originam e se estendem de forma indefinida, deixando muitas vezes como marcas em seus territórios a discriminação e o preconceito, cujas origens se enevoam com o fluxo do tempo.

 

O distrito de Mae Sot, se localiza em território Tailandês no limite com a Birmânia e abriga uma destas regiões de conflito. Preciosas culturas entram em atrito, se enfraquecendo e lentamente perdendo suas forças de identidade, colocando em risco suas próprias existências, frente a uma cultura hegemônica que se apresenta como solução-padrão, diluindo a rica diversidade cultural construída ao longo dos tempos, das experiências diversas vividas pelos homens deste território.

Dentre estas culturas envolvidas, três se destacam pela sua presença: A birmânica, a thai e a karen.

 

Por sua localização limítrofe, Mae Sot se caracterizou como território de acolhimento de refugiados de ambas as culturas e origens, abrigando e, dentro de suas limitações, dando suporte a saúde e educação para aqueles que a buscam.

 

Nessa paisagem de refugiados, é marcante a presença das crianças, com seus ingênuos sonhos e sua apurada percepção do mundo que as cerca, e é por estas mesmas características que elas podem ser consideradas o potencial elo entre os ricos, porém conflituosos, passado e presente destes povos, e a construção de uma nova percepção de coexistência entre estas culturas que compartilham um mesmo território, respeitando suas diferenças e despertando suas singulares qualidades.

Entendendo a necessidade desse novo olhar para suas próprias origens, assim como para as daqueles que compartilham o mesmo solo e com o intuito de despertar o interesse e respeito pelas qualidades de ambas as partes, o projeto TIRED DRAGONS incorpora elementos marcantes da produção artesanal local destes povos, como os trabalhos de cestaria e o domínio do barro, e os desloca para o mundo de brincadeiras das crianças, onde elas poderão interagir de forma cotidiana e lúdica com esses elementos de suas prórpias culturas e de suas colegas.

 

Para além dos elementos confeccionados para o playground, o processo de produção e manutenção destes equipamentos entra como peça fundamental de sua concepção: intencionando a valorização, sustentação e visibilidade das culturas locais, os pais e demais adultos e crianças vinculados a comunidade e a produção desse playground, responsáveis pela sua vida-útil com o passar dos anos, são parte essencial deste projeto, pois é no ato de executar e transmitir as técnicas de suas próprias culturas, assim como na visibilidade desses atos por aqueles que estão envolvidos na sociedade, que poderemos estabelecer um contato amistoso entre estes povos e, principalmente, entre aqueles que responderão pelo seu futuro: as crianças.

 

De forma a aproximar essas culturas novamente, o traçado do projeto invoca dois dragões, que trazem em seus corpos esse novo universo de diversões, cansados pelos anos de conflitos, esses seres míticos repousam no território de Mae Sot, dispostos a compartilhar com aqueles que estiverem ao seu redor, suas experiências vividas neste território ao longo dos anos e, com o tempo, talvez alçar vôo novamente, acompanhados dos sonhos e esperanças das crianças já crescidas de Mae Sot.

| clique nas imagens para ampliá-las e nas setas para navegar |

  • Facebook - White Circle
  • Instagram - White Circle
  • YouTube - White Circle
  • Google+ - White Circle

Habitat | Arquitetura, Cidade e Paisagem

São José dos Campos . São Paulo . Brasil

 

habitat@habitat-acp.arq.br

+55 12 9 8212 3080 . +55 16 9 9216 6826

© 2013 por Habitat | Arquitetura Cidade Paisagem. Todo material divulgado no site é de propriedade intelectual dos autores. A reprodução sem respectiva autorização é estritamente proibida.